MATÉRIAS

PARKER 61

PARKER 61 Após anos de intensiva pesquisa envolvendo uma equipe de 50 pessoas, a PARKER anunciou, em setembro de 1956, a nova “61”, caneta com um sistema de enchimento revolucionário. Sem partes móveis, o mecanismo de capilaridade que compreendia uma bobina de celofane com diversos pequenos cortes, embalada em um tubo protegido por uma pintura de Teflon, enchia a caneta “automaticamente” quando imerso no tinteiro por cerca de 1 minuto.

Assim, como a 51, a pena tubular de ouro da 61 era envolvida pela concha, a qual possuía uma particularidade, uma pequena seta metálica inserida na mesma.Os primeiros modelos de 61 possuíam três tipos de tampas, todas com o motivo “Rainbow”(arco-íris) e, durante 1956 e início de 1957, possuíam um pequeno aplique em metal próximo à borda da tampa, onde se liam as palavras “FIRST EDITION”(primeira edição). A primeira série de canetas 61 possuía uma tampa mais comprida (6,2 cm sem o clip), ao passo que as posteriores, de enchimento capilar, bem como aquelas últimas, já com sistema de conversor, possuíam uma tampa mais curta (6 cm sem o clip).

Os modelos de tampas designavam as canetas e eram:
HEIRLOOM – tampa RAINBOW com faixas de ouro verde e rosa (disponível também, inicialmente, com o pequeno símbolo “FIRST EDITION”).
HERITAGE  – tampa RAINBOW com faixas de ouro amarelo e prata (disponível  também, inicialmente, com o pequeno símbolo  “FIRST EDITION”).
LEGACY       – tampa RAINBOW com faixas de níquel e prata.
CUSTOM      – tampa dourada
CLASSIC      – aço fosco (Lustraloy), clip de aço.
STANDARD – aço polido (Lustraloy), clip de aço.
DE LUXE     – aço fosco com clip dourado (disponível também, inicialmente, com  o pequeno símbolo ” FIRST EDITION”)

As canetas que possuíam tampas com clip dourado, possuíam também a seta da concha, o anel intermediário e o pequeno anel na traseira do corpo dourados. Aquelas em que o clip era aço, possuíam tanto a seta da concha como o pequeno anel traseiro, também em aço cromado.

As cores dos corpos de plástico, eram:
verde “surf”, azul claro, vermelho, cinza escuro e preto.

Além dos modelos com corpos plásticos, foram também comercializadas com acabamento todo metálico (corpo e tampa).

-     “61 Flighter”, em aço escovado com clip e detalhes dourados;
-     “61 Custom Insignia“, toda dourada;
-     “61 Presidential”, toda em ouro 14k (U.S.A.).

A partir de1964, a PARKER 61 foi também introduzida na Inglaterra e existem inumeras variações de fabricação nesse país, para as tampas e para aquelas em metal. Existem PARKERS 61 em ouro maciço 9k e 18k, em vários desenhos, bem como em ouro branco.

Sempre estiveram disponíveis para fazer conjunto com as canetas tinteiro, a exemplo da PARKER 51, lapiseiras, canetas de grafite líquido e canetas esferográficas.

Em 1969, o sistema de capilaridade foi substituído por conversor (bomba) e as PARKERS 61 foram produzidas com esse sistema até serem descontinuadas em 1982.

A “61” é, talvez, o modelo da PARKER que possui maiores diferenças de opiniões quanto à qualidade de escrita. Seguramente não alcançou o sucesso da “51”, porém, deve ter chegado perto. A substituição do sistema capilar (que entupia quando não se usava a caneta continuamente) pelo sistema de bomba convencional, aproximou muito a qualidade de escrita e facilidade de manutenção à PARKER 51.

  

cfpo

Galeria de fotos

Notícias
MUITAS NOVIDADES !!!!!! CONFIRA !!!!!!! MUITAS NOVIDADES !!!!!!   CONFIRA !!!!!!!
CONFIRA AS NOVAS ADIÇÕES PARKER                SHEAFFER           OUTRAS MARCAS PELIKAN             EVERSHARP clique na imagem e vá direto para           OUTRAS MARCAS
Leia mais
Matérias
Eversharp Skyline Eversharp Skyline
Início da década de 40, Estados Unidos da América: em um momento de efervescência industrial caracterizado pelo lançamento de “modernidades” com desenhos industriais diferenciados, a f&aacu
Leia mais
Vitrine
Copyright © 2017 pensforever. Todos os direitos reservados